Titulo

Mentoplastia

Queixo

Um queixo bem posicionado é fundamental para a harmonia do rosto. Deve estar em equilíbrio com a boca, o nariz e a fronte. A Cirurgia Plástica oferece soluções para casos de queixos retraídos ou avançados, visando proporcionar um perfil mais agradável do ponto de vista estético. Além disso, elimina a impressão de queixo duplo. O tipo mais comum de mentoplastia visa a correção do queixo retraído (para trás), através da colocação de uma prótese de silicone entre o osso e os músculos do queixo. As peças são pré-moldadas e estão à disposição em vários tamanhos conforme a necessidade de cada paciente. O silicone, em sua forma sólida, vem sendo empregado com sucesso na Cirurgia Plástica há 25 anos. Trata-se de uma substância inofensiva ao organismo, sem ação cancerígena. Raros são os casos de rejeição à peça, e na maioria das vezes estão associados a traumatismos, hemorragias ou infecções ocorridas durante o pós-operatório.

Pré-operatório

Dez dias antes da cirurgia, deve-se interromper o uso de medicamentos à base de ácido acetil salicílico, como aspirina. É recomendável manter o médico informado sobre qualquer remédio que estiver tomando, bem como sobre eventuais alterações às vésperas da operação, como resfriados, viroses e infecções dentárias. A boca deve ser cuidadosamente lavada com antissépticos nos três dias que antecedem à cirurgia.

Procedimento Cirúrgico

A mentoplastia é uma cirurgia bastante simples, iniciada a partir de uma pequena incisão feita por dentro da boca ou na parte inferior do queixo, por onde é introduzida a prótese. A anestesia local é a mais indicada para a plástica de queixo. Caso a mentoplastia esteja associada a outras cirurgias, o cirurgião poderá optar pela anestesia geral.

Pós-operatório

Se a mentoplastia for realizada isoladamente, o paciente não precisará ficar em repouso; deverá ter um cuidado especial com a higiene bucal durante os dez primeiros dias, se a cirurgia tiver sido realizada por dentro da boca. A dieta é livre, mas no início os alimentos sólidos devem ser evitados, pois exigem mastigação intensa. Pontos externos são retirados no sétimo dia, nas cirurgias intraorais os pontos são reabsorvidos. O inchaço regride naturalmente. O resultado final pode ser observado a partir do 6º mês.

 

"O Conselho Regional de Medicina não permite a exibição de imagens de prés e pós-operatórios."