Titulo

Ritidoplastia

REJUVENESCIMENTO FACIAL

O objetivo principal da ritidoplastia é dar ao paciente uma aparência mais jovem, suavizando os efeitos da ação do tempo sobre a pele, como sulcos, rugas e flacidez. Em outras palavras, pretende devolver a beleza perdida com os anos, sem deixar transparecer a agressividade de uma face operada. Para isso, é importante que o resultado assegure um aspecto natural, sem a artificialidade de uma pele "repuxada". Nesse sentido, o tratamento da musculatura é essencial para conservar a estrutura facial e manter as expressões naturais. A continuidade da linha dos cabelos deve ser mantida, uma tendência atual que permite o uso de cabelos curtos. É comum a prática da blefaroplastia associada a ritidoplastia, quando a região das pálpebras também estiver comprometida. Pode-se também associar a lipoaspiração da gordura retida na região abaixo do queixo. Na maioria dos casos, a ritidoplastia tem efeitos psicológicos bastante positivos sobre o paciente, devolvendo-lhe uma aparência mais jovem. É preciso estar ciente de que a plástica pode retardar o processo de envelhecimento, mas não o interrompe.

Pré-operatório

Nos dez dias que antecedem à cirurgia, o paciente não deve tomar aspirina ou qualquer medicamento à base de ácido acetil salicílico (aspirina, etc.). Além disso, o médico deve ser comunicado sobre qualquer remédio de que esteja fazendo uso. Se o paciente tiver cabelos tingidos, é recomendável tingí-los uma semana antes da cirurgia, pois não será permitido por pelo menos três semanas após a intervenção. Deve-se lavar bem os cabelos na véspera da cirurgia, principalmente na região próxima às orelhas. Após a lavagem, não devem ser usados fixadores ou outros produtos. No dia da internação, não usar maquiagem e levar óculos escuros para a clínica. Serão utilizados na volta para casa.

Procedimento Cirúrgico

A duração da ritidoplastia é, em média, de três a quatro horas. As opções de técnicas são várias, mas geralmente as incisões são feitas na região anteriormente à orelha e atrás desta, tornando-se quase imperceptíveis. Descola-se a pele do rosto até os limites permitidos, e trata-se então dos tecidos mais profundos reforçando-os. O excesso de pele é retirado, e num movimento de rotação e não de tração, traz-se a pele à sua nova posição, proporcionando desta forma, um resultado mais natural. A flacidez do pescoço é tratada por uma discreta incisão abaixo do queixo, através da qual realiza-se uma lipoaspiração da gordura quando existente, e o reposicionamento da musculatura local, a anestesia pode ser geral ou local com sedação.

Pós-operatório

É rara a ocorrência de dor no pós-operatório da ritidoplastia, um analgésico comum pode resolver o problema satisfatoriamente. O tempo de internação para esse tipo de cirurgia varia de 12 a 24 horas. Quando em repouso, o paciente deve manter a cabeça ligeiramente elevada. Após 24 horas, deve ficar mais tempo sentado e em pé do que deitado, o quê diminui o inchaço. São colocados curativos compressivos por três dias. Em alguns casos, é usado um dreno atrás da orelha por 24 horas. Os cabelos só poderão ser lavados após a retirada dos curativos. Manchas (hematomas) e inchaço (edemas) são comuns, mas desaparecem progressivamente, assim como eventuais sensações de "repuxamento" e insensibilidade na face e no pescoço. Pode haver prurido (coceira) ou ardor na região dos pontos, geralmente retirados do sexto ao décimo dia. Depois disso, massagens diárias com o creme recomendado pelo médico, devem ser feitas. O uso de cosméticos só é permitido após retirada dos pontos, e os produtos serão indicados pelo médico ou pela esteticista. A exposição ao sol é liberada, com limites, após 30 dias, mas sempre com filtro solar. O resultado final poderá ser observado a partir do terceiro mês.

 

"O Conselho Regional de Medicina não permite a exibição de imagens de prés e pós-operatórios."